Vamos marcar de sair?

20 maio, 2015


Não sei se isso é só aqui no Rio de Janeiro ou se em qualquer lugar é assim também. Enfim, me tirem essa dúvida, assistam ao novo vídeo que eu fiz:


Gostou do vídeo? Se inscreve no canal aqui ou ali na barra lateral que tem um botãozinho pra acompanhar os próximos vídeos, sempre que eu enviar um vídeo novo o YouTube te avisa por e-mail ou aparece na sua página principal.

Agora, me digam aqui nos comentários se isso acontece na cidade de vocês também.  

Voltando à franjinha

18 maio, 2015


Desde quando eu me entendo por gente, eu tenho franjinha. Deixei meu cabelo crescer sem franjinha em 2009, então desde 2009 eu não cortava mais a minha franjinha e com isso ela cresceu bastante e nunca mais a fiz. 



É, minha irmã também era do time das franjnhas, mas ela saiu mais rápido do que eu, porque no meu aniversário de 15 anos eu ainda estava com a franjinha. Meu pai é que cortava a nossa franjinha, quando ela ficava no nosso olho, ele já pegava a tesoura. E não, meu pai não é cabeleleiro nem nunca trabalhou cortando cabelo dos outros, mas sempre cortou nossos cabelos, hoje não mais, porque hoje a gente pede cortes mais elaborados e ele corta o famoso retão mesmo, porque ele tem uma super noção de medidas só de olhar. É sinistro. 



Recentemente eu peguei uma implicância com a minha testa e cansei da minha cara/cabelo do jeito que estavam antes, queria mudar. Estava também fissurada em cabelos curtinhos graças a Ashley Benson, porque eu amo aquele corte de cabelo dela, mas nunca que o meu vai ficar igual né? Dai eu fiquei pensando "Corto só o cabelo curtinho ou faço franjinha?" e, como boa indecisa que sou, decidi fazer os dois na cara e na coragem. 



Sempre que eu corto meu cabelo, vou com o pensamento de "Ah, cabelo cresce né?" mas às vezes fico com medo dele não crescer. Loucura né? Essa foi a primeira vez que cortei o cabelo acima do ombro, porque antes ele só ficava acima do ombro quando ficava picotado, ou seja, não era o cabelo todo, mas dessa vez foi e, vou te falar, às vezes sinto falta do meu cabelo grandão sim, mas é muito mais fácil de cuidar de cabelo curto. 



Tinha me esquecido de como é ter franjinha e ainda não me acostumei com esse pedaço de cabelo tampando a minha testa de novo, não sinto mais ventinho ali. Digo acostumar no sentido de deixar a franja parada, porque como fiquei muito tempo sem franjinha, não consigo parar de mexer nela agora. Já me senti Paola Bracho, Taylor Swift, Maddie Ziegler, Rihanna, Demi Lovato, Katy Perry, Dianna Agron, Jessie J, Hayley Williams e Selena Gomez.




E ainda tem gente que diz que se fizer franjinha vai ficar com cara de criança, mas é como eu digo: tudo depende da sua visão, tudo depende da forma como você vê. Eu não acho que fique com cara de criança, até porque se fosse assim nenhuma dessas mulheres iriam ter feito franja né? Eu acho que fica super elegante e moderno.

Eu sou aquele tipo de pessoa que enjoa rápido demais do próprio visual, então sempre recorro aos cortes de cabelo pra mudar e vocês já devem ter percebido isso. Uma coisa que vou sentir falta do meu cabelo grande por um tempo são as ondinhas que se formavam ao longo dele, porque curtinho quase não tem ondas. 

Mas e aí? O que acharam desse meu novo visual? Comentem aqui usando apenas a sinceridade.

Brincando com gás hélio

14 maio, 2015


Vocês que já estão acostumados de ver só vídeo meu reclamando né? Fiz um pra descontrair, brincando com o gás hélio do balão que eu tinha aqui em casa. No vídeo tem uma participação especial da minha irmã. Enfim, olhem só como a nossa voz ficou: 


Quem nunca brincou com gás hélio, olha... recomendo, porque é engraçado, mas é bom ter um certo limite pra não ficar meio zonza.

Gostou do vídeo? Se inscreve no canal aqui ou ali na barra lateral que tem um botãozinho pra acompanhar os próximos vídeos, sempre que eu enviar um vídeo novo o YouTube te avisa por e-mail ou aparece na sua página principal.

E aí? Alguém aqui já fez essa alteração de voz com o gás hélio? O que achou da minha "linda" voz? Comentem aqui! 
Like Paradise por Thamiris Sgalbiero.
Todos os direitos reservados © 2011-2015.
Tecnologia do Blogger.