Menu

Taxistas

29 outubro, 2014


Eu acho o taxista um ser abençoado, porque haja paciência para enfrentar trânsito e passageiro que quer ser escutado.

Teve um dia que o ônibus no qual eu estava, parou no sinal vermelho logo do lado parou um táxi e eu fiquei observando. Tinha uma passageira atrás que gesticulava com uma expressão super furiosa, sabe-se lá o que ela tava falando, só sei que em um momento cheguei a pensar que ela tava falando no celular, mas não, ela estava falando com o motorista mesmo, e ao meu ver estava reclamando de algo e, como o resultado das eleições tinham saído no dia anterior, provavelmente estava falando sobre isso. Só sei que o motorista ouvia quieto ao que ela tava falando e eu comecei a pensar nisso de que todo taxista tem que ser abençoado (ou ter fazer faculdade pra ter paciência) pra aguentar tantos desabafos enquanto também está naquela fila de carros parados no sinal formando um congestionamento logo mais a frente.

Só pego táxi em último caso, mas sempre que pego táxi é difícil deu não conversar com o motorista, até porque a maioria dos táxis que eu pego puxam assunto comigo falando sobre o trânsito ou sobre o local onde a gente estiver passando, é bem engraçado. Acho que prefiro ir conversando do que ir em silêncio, porque em silêncio fica aquele clima tenso do tipo "Será que vai me sequestrar?" (sou meio paranoica com isso) a não ser que fique em silêncio sim só que com uma musiquinha né?

Eu, sinceramente, não teria coragem de ser taxista. Meu avô era taxista e conta cada história que é engraçado de ouvir, mesmo sendo e uma época antiga e um tanto nada-moderna pra hoje. Fora que é perigoso. Imagina só você pegar um passageiro maluco, psicopata ou canibal? Loucura. O legal é que taxista é uma coisa só em todo o mundo, sabe? Tanto aqui no Brasil como lá fora, seguem o mesmo objetivo e com isso as mesmas consequências também.

Jardineiras

26 outubro, 2014


Essa é mais uma daquelas peças que eu estou desejando no momento. Não sei se vocês já perceberam isso, mas sempre que eu desejo alguma peça, preciso fazer post sobre ela. Não sei se é uma auto tortura, pra me entreter ou pra ficar mais por dentro das combinações com essa peça. Só sei que estamos na Primavera e essa estação me lembra flores que me lembram de jardins e é aí que entram as jardineiras (ou macacão, como preferir chamar).

Em algum lugar eu já ouvi falarem a frase "Nada se cria, tudo se copia" e podemos levar em consideração ao falar dessa linda peça que começou a ser usada por pessoas que trabalhavam duro, como mecânicos e jardineiros especificamente. Então, é claro que pegaram a peça que seria mais "vergonhosa" e transformarão em tendência que agora consegue ser desejada por muitas pessoas. A peça que começou a virar moda nos anos 90 e agora sempre volta. 



Existem vários tipos de tecidos nas jardineiras, mas a que é mais versátil é a jeans, combina com qualquer tipo de blusa ou sapato. 



É uma peça confortável e super street. A quem use com tênis, bota, sandália, sapatilha, alpargata ou até mesmo salto. 

Tem formatos com short, saia e calça. Eu prefiro as que são short, porém não tem como definir ao certo. Confesso que eu achava a com saia a última que eu usaria, porém pensei ela com uma camiseta quadriculada amarrada na cintura e um All Star, aí minha visão mudou. Montei esse look na minha cabeça e achei um parecido no LookBook para mostrar.



Acabei percebendo que o que faz a jardineira ficar bonita são as composições. 

Enfim, existe diversos modos de usar uma jardineira, é só ir montando da forma como você gostar. A jardineira serve como peça básica, você pode transformá-la em algo elegante ou street em poucos minutos. 

Essa peça combina perfeitamente com a primavera e principalmente com o verão. Já quero no meu armário! E vocês? O que acham dessa peça? Usariam? Comentem aqui! 

Batom ColorBurst Matte Balm da Revlon

23 outubro, 2014


Minha mãe viajou pra Argentina no último mês pra visitar a minha tia (irmã dela) que mora lá, antes da minha mãe viajar, ela perguntou o que eu queria que ela trouxesse de lá, dai eu andei dando uma pesquisada e perguntei pra várias pessoas o que é bom de comprar por lá e a maioria me respondeu maquiagens, então pedi pra ela focar nas maquiagens e principalmente em batons fortes, eis que ela me surge com esse batom/balm maravilhoso da Revlon. 



A cor é a Sultry Sulfureuse número 225, é um rosa queimado ou um rosa mais fechado e muito matte. Esse batom me surpreendeu muito. Esse formato tipo lápis facilita tanto na aplicação como pra levar dentro da bolsa também. 



Tem uma fácil aplicação, ele desliza nos lábios parecendo que é totalmente cremoso, mas não é, fica matte mesmo. É hidratante e aveludado com efeito matte. Na hora de passar, senti um aroma de menta e logo em seguida deixou aquela sensação de frescor nos lábios.



O melhor de tudo é que a duração dele é muito boa! Mesmo sendo cremoso na hora de passar, hidratante e que da um efeito matte, ele dura mesmo. Já experimentei vários batons que na hora de passar ficavam cremosos e depois davam efeito matte, mas não duravam nadinha, porém com esse foi diferente e eu me surpreendi muito. Confesso que não dava nada pela duração só pelo formato do batom, mas ele me surpreendeu e eu me arrependi de ter pensado isso do coitado.



Nota: Passei esse batom para ir em um churrasco às 14h da tarde e quando voltei às 19h da noite ele ainda estava intacto na minha boca. E olha que comi gelatina com a colherzinha e bebi bastante água, ele não manchava nem a borda do copo descartável. Não sei se foi só comigo que teve essa super duração, mas eu gostei bastante e está super aprovado. 

Se eu soubesse que esse batom era tão bom, teria pedido pra minha mãe ter trazido de todas as cores pra mim e pra minha irmã. Fui pesquisar na loja brasileira da Revlon e ainda não chegou aqui no Brasil, mas estou torcendo para que chegue logo e que fique por um preço legal pra eu poder comprar mais cores dessa coleção que é nova também lá fora. 

Em breve postarei fotos do look que eu usei para ir nesse churrasco e aí vocês vão ver eu usando o batom com o look completo. 

Mas e aí? Alguém aqui já usou esse batom da Revlon? Gostou da cor? Usaria? Comentem aqui!

Like Paradise por Thamiris Sgalbiero.
Todos os direitos reservados © 2011-2014.
Tecnologia do Blogger.