Eu vi: Águas Rasas

Finalmente eu vi Águas Rasas! Estava querendo assistir ao filme desde quando vi o trailer. Aí foi pro cinema, saiu do cinema e eu não consegui assistir. Um belo dia estava passando em um dos canais HBO, marquei pra ver.

Sinopse: Nancy é uma jovem médica que está tendo de lidar com a recente perda da mãe. Seguindo uma dica da mãe, ela vai surfar em uma paradisíaca praia isolada, onde acaba sendo atacada por um enorme tubarão. Desesperada e ferida, ela consegue se proteger temporariamente em um recife de corais, mas precisa encontrar logo uma maneira de sair da água.

Confesso que nunca tinha assistido a um filme com tubarões, porque sou cagona mesmo. Tenho agonia, aflição e morro de medo. Sou cheia de neura. Toda vez que to na praia e vejo algo estranho na água, já saiu correndo. Já contei aqui que me assustei com cardume de peixes e sai correndo né? Então, ou eu vejo esses tipos de filmes pra me encorajar a arriscar ou para nunca mais entrar na água.

Mas, gente… QUE. FILME. Queria ter assistido ele no cinema, a experiência deve ter sido 10x melhor. A direção e a fotografia estão de parabéns, lindíssimas locações. Sério, é de se encher os olhos todas as paisagens, mesmo que no sufoco que a protagonista passa.

É um filme com poucos diálogos e praticamente uma única personagem central, mas que levou super bem. A Black Lively tem carisma pra sustentar o filme praticamente sozinha, você passa o filme todo naquela tensão, torcendo por ela. Um suspense que te faz se torcer a todo momento. Dá muita agonia ver tudo.

Uma curiosidade interessante é que apesar dos habitantes locais falarem espanhol, dando a entender que a praia do filme fica no Caribe ou em algum lugar da América Central, na verdade as filmagens foram dividas entre locações na Austrália e uma gigante piscina construída em estúdio. Quase no estilo de Titanic mesmo.

Outro fato interessante é que, no filme, a ilha onde a personagem vai passar suas férias é no México, mas na versão dublada do México, decidiram trocar a localização, alterando para o Brasil, e os nativos falam português brasileiro.

Como o tubarão foi criado digitalmente, dizem que o processo de desenvolvimento foi demorado. Segundo o diretor, o tubarão é uma fêmea, já que elas são maiores e mais ameaçadoras.

Mesmo com esse filme sendo tenso, posso falar aqui que, depois que assisti a esse filme, fiquei com vontade de aprender a surfar. Louca? Talvez.

AH! Não poderia deixar de mencionar a linda música que toca nos créditos do filme que é da Sia. Eu fiquei viciada nessa música antes mesmo de saber que fazia parte da trilha sonora do filme. E acho que alguns aqui já devem conhecer essa música.

Enfim, não quero dar spoiler. O roteiro do filme foi eleito, em 2014, um dos melhores do ano que, ainda assim, não haviam sido produzidos. Então, recomendo pra quem quer um bom filme de suspense. Ele é bom. E olha que eu sou medrosa pra filmes de suspense e terror, mas gostei bem desse.

E aí? Quem vai assistir? Quem já assistiu? Comentem aqui!

Fonte de informações sobre o filme: AdoroCinema

Thami Sgalbiero

Leonina, botafoguense, enrolada, confusa e distraída. Ama ver, ler e falar sobre moda (mesmo não sendo expert no assunto). Sonha em ser atriz, mas enquanto esse sonho não se realiza, fica apenas no blog mesmo.

17 thoughts on “Eu vi: Águas Rasas

  1. Marina

    COMO ASSIM TU É CAGONA PRA ESSES FILMES??????????? HAHA
    Eu MORRO de medo de assistir filmes com tubarão porque tenho MEDO DEMAIS, mas nada me impede e também não fico com neura na hora de entrar no mar. Talvez um pouco. HAHAHAHAHAAH
    Enfim, ainda não vi o filme, também não consegui ir ao cinema e aqui em casa não tem mais HBO. Vou procurar na internet mesmo e assistir. Já estava na minha listinha a muito tempo e agora só me deu mais vontade! *-*
    Adorei o post!
    beijos

    http://www.marinaalessandra.com

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      Eu sou toda medrosa pra essas coisas, hahaha! Sou muito cagona meeesmo 😛 Assiste e depois me diz! Sei que vai te dar muita agonia, hahaha!

      Responder

  2. Gabriela Dahmer Coitinho

    Quando assisti esse filme ano passado, eu fiquei muuuuito curiosa para saber se realmente era bom quanto diziam. Me surpreendi, pois superou minhas expectativas. O filme tem aquela pegada de tensão do início ao fim. É algo que faz a gente ficar sob alerta, com as emoções lá no alto. Eu amei demais esse filme. Foi bem como tu disse, a Blake sustenta perfeitamente o filme sozinha, mesmo com pouquíssimas falas.

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      O filme te prende né? É difícil um filme com poucas falas e apenas uma personagem prender a gente até o final. Também adorei demais!

      Responder

  3. Sté Maciel

    Cara, eu quero MUITO assistir esse filme, mas sempre esqueço. A blake divina <3

    mariasabetudo

    Responder

  4. Jaynara Lambert

    Sério, que eles construiram uma piscina pra gravar esse filme?? Que tudo!! Confesso pra você que também não curto muito filmes de tubarões, mas é por achar muito fake. Esse que você está indicando ainda não assistir, mas fiquei curiosa, mesmo sendo de tubarões! kkk Beijão!!

    Boas de Papo

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      Eu não costumo assistir esses filmes de tubarões por puro medo mesmo, haha! Esse aí foi feito todo digital mesmo, mas eu nem percebi, ou porque sou meio burra ou porque o medo tomou conta de mim mesmo, hahaha!

      Responder

  5. Viviane Vitorino

    Eu vi esse filme faz um mês mais ou menos e eu gostei bastante. Achei muito leve comparado aos outros filmes de tubarão, mais é um ótimo filme. Como você disse, o local que foi gravado é muito lindo. Queria está ali, mesmo que correndo risco de ser atacada por um tubarão haha.

    Beijos!
    http://www.memorizeis.tk

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      Hahaha! É lindo pra ficar na areia mesmo. 😛

      Responder

  6. Ana Beatriz

    Eu vou assistir, gosto bastante dos trabalhos da Blake Lively e a sua resenha me fez ter vontade de ver. Quando eu li a sinopse e vi que era sobre tubarão, fiquei meio assim, sabe? Mas agora ganhei pra assistir. Eu vi “The Age of Adaline” e curti muito. Esses papéis que a Blake faz, dão a oportunidade de ela mostrar muito mais o talento dela do que na época de Gossip Girl.

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      Pode assistir esse filme que até eu que sou medrosa consegui, haha! The Age of Adaline é muito bom, também adoro os papéis que a Blake faz. O talento dela é inimaginável né? Só vem crescendo mais e mais depois que atuou em GG.

      Responder

  7. Duane

    Thami, também sou bem cagona pra esse tipo de filme, mas às vezes é bem variar, né? E acho que o mais legal é se surpreender vendo algo diferente. Fiquei com vontade de assistir, mesmo não sendo o estilo que geralmente vejo. Esse fim de semana também variei, assistir Rua Cloverfield, 10. É com a Ramona do Scott Pilgrim! Curti bastante, vi no Telecine. Enfim. Vou procurar ver Águas Rasas!
    Beijos ♥

    claramenteinsana.com

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      Esse “Rua Cloverfield, 10” tá na minha lista, mas ainda não tive coragem de assistir. 😛

      Responder

  8. Amanda

    Oi, Thami! =)
    Eu amei esse post, real. Nunca vi Águas Rasas, ele já tava na lista de filmes pra assistir, mas vou ver se consigo assistir nesse findi. Adoro a Black Lively e acredito que ela mandou muito bem nesse filme.
    Apesar dos apesares, gosto desse tipo de filme que tem toda uma tensão, sabe? Sei lá, fico tão vidrada no filme que nem sei, AUEHAU. Ahh, adorei a música da Sia =)

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      Eu não costumo curtir muito esse tipo de filme, mas esse eu curti, hahaha! A música da Sia complementa como cerejinha do bolo né?

      Responder

  9. Simone Benvindo

    Eu simplesmente amei esse filme, hahah o final foi meio “WTF?? Tú é a Wonder Woman???” mas tudo bem, amei do mesmo jeito e que lugar maravilhoso *—————–*. Surfar eu já quero a muito tempo, mas antes preciso aprender a nadar rsrs.
    Beijos
    Charme-se

    Responder

    1. Thami Sgalbiero

      Siiim! O final é surpreendente e te faz pensar “É, realmente a esperança é a última que morre” hahaha! Também já to querendo surfar a muito tempo, mas antes preciso aprender a nadar também 😛 hahaha!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *